Consultas Boa Vista SCPC

Publicidade

  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem

Parceiros

  • Imagem
  • Imagem

Notícias

TRABALHAR NAQUILO QUE GOSTA! É POSSÍVEL OU É MITO NO MERCADO DE TRABALHO ATUAL?

* Ricardo Gandra

 

Saudações leitor(a)! O texto de hoje é muito pertinente para aqueles que ainda não se acharam no mercado de trabalho. É possível trabalhar naquilo que gosta e ser feliz? Pode-se obter boa remuneração com a nossa escolha profissional? Ou a nossa opção de mercado é baseada exclusivamente no feedback financeiro? Podemos conciliar prazer com a opção escolhida? Todas estas perguntas terão as respostas e suas respectivas argumentações.

Portanto, vamos a elas! Quando chegamos ao mercado de trabalho em estado jovial, totalmente disponível e com uma força de vontade absurda, temos dificuldades de nos inserirmos, muitas vezes em função de uma exigência da maioria que nos contrata: a experiência. Sempre me perguntam: como terei vivência no mercado, se não recebo sequer uma oportunidade? A nossa resposta: calma, que a hora chega para todos que se empenham! O ditado “Quem procura acha” é a mais pura verdade e o importante neste processo inicial é não desistir.

Quando chega a oportunidade, em boa parte delas, iremos nos deparar com o famoso dilema: trabalhar naquilo que gosta ganhando bem menos que se imaginava ou partir para outro nicho onde poderemos estar melhor remunerados, porém em uma atividade que não traria prazer? Há exceções? Certamente! Mas o início desta caminhada pode nos desanimar por tudo aquilo que investimos em tempo e dinheiro. É a tal da ansiedade que mora dentro da gente e exige retorno financeiro imediato de todo o dispêndio de energia que entregamos nos anos da faculdade, onde quase “engolimos” livros e nos entregamos aos estágios da vida!

E continua o dilema! Fazer o quê? Se eu pudesse sugerir o leitor(a), eu diria: tenha paciência e escolha aquilo que lhe oferece prazer. Atuar e lidar com algo que você não se enxerga é algo, no mínimo, medíocre, afinal, você não entregará força de trabalho ao contratante, ao contrário, você estará ali exclusivamente pelo dinheiro que irão lhe pagar no início de cada mês. Será um ‘pseudotrabalho’, fútil, chato e até entediante.

A escolha por algo que te encanta fará uma enorme diferença em sua vida, pois você se sentirá útil à sociedade e traduzirá por intermédio do seu empenho uma melhoria na vida de quem depende do seu trabalho. Alguns, inclusive, são tão especiais e importantes que acabam recebendo um retorno financeiro mais equiparado ao que foi idealizado. Reitero aqui também uma constatação que, segundo os estudos do SEBRAE, levam-se 10 anos em média na profissão para você receber um salário mais ajustado com a sua expectativa. E é perceptível isto, quando enxergamos a nossa experiência e as especializações acadêmicas que muitos de nós fizemos para termos uma maior valorização.

Assim, amigo(a), digo a você que não há verdade absoluta no mercado profissional, no entanto, atuar naquilo que se tem paixão faz uma diferença significativa para quem opta e para os que usufruirão do seu amor entregue. Aos que trabalham pelo dinheiro, o tempo lhes dirá o tanto que a vida se transformará em monótona e até sacrificante. Lembre-se que você tem o livre arbítrio, mas nunca terá o poder de controlar as consequências da sua escolha!

(67) 3452-7996

Rua Juviano Medeiros, 1119 • Centro • Rio Brilhante • MS
Logotipo da Sophus